O Semiárido é lugar de alimentos saudáveis, cuidados com a natureza e qualidade de vida.
Conheça a campanha

O Semiárido é lugar de alimentos saudáveis,

Cuidados com a natureza e qualidade de vida.

Semiárido que alimenta,

gerando vida e cultivando o futuro

O Semiárido Brasileiro ocupa 18,2% do território nacional e reúne 1.135 municípios de todos os estados do Nordeste e uma parte de Minas Gerais. É o Semiárido mais chuvoso do planeta! Porém, as chuvas são irregulares no tempo e no espaço, e a quantidade da água que cai é menor do que o índice de evaporação. Por isso, quem vive na região precisa se preparar para a chegada da chuva e estocar a água é a principal estratégia das famílias para garantir segurança hídrica e alimentar.

É no Semiárido onde está mais de um terço dos estabelecimentos da agricultura familiar, responsáveis por 70% dos alimentos que vão à mesa dos brasileiros. Os agricultores familiares são parte ativa da economia rural e guardiões dos recursos naturais, garantindo a diversidade de alimentos no mundo. Através da agroecologia, que é muito mais do que um modo de produção agrícola sustentável, as famílias produzem alimentos saudáveis, protegem o meio ambiente e geram renda para seu sustento através de relações sociais justas e economicamente viáveis.

Para fortalecer, valorizar e melhorar as condições de vida no Semiárido, precisamos de sua colaboração. Ajudando as famílias do Semiárido, você estará ajudando a cultivar um futuro com mais saúde e qualidade de vida para o planeta.

Depoimentos

Adriano Lira Campos, Curral de Dentro, Norte de Minas Gerais.

“Eu venho de uma família de agricultores e agricultoras então a terra é tudo pra mim, é onde você pode plantar e ver a vida surgir. Minha família vive da terra.”

Adriano Lira Campos, Curral de Dentro, Norte de Minas Gerais.

Dona Irene, Apodi, Rio Grande do Norte.

“Lá dentro do meu quintal, eu esqueço os problemas. Arrancar matinho no meu quintal, fazer qualquer coisa é mesmo que um lazer, uma terapia.”

Dona Irene, Apodi, Rio Grande do Norte.

Claúdia Lopes, município de Pereiro, Ceará.

“A gente se sente valorizada, pois os produtos que a gente traz, o povo compra sem medo. A gente não quer nem saber de usar veneno”.

Claúdia Lopes, município de Pereiro, Ceará.

Dados

Conheça outras ações da asa